Saúde e Bem-estar

Conheça os principais mitos e verdades sobre a cesárea

Atualizado em: 8/08/23 | Assistência ao parto

Conheça os principais mitos e verdades sobre a cesárea

Os mitos e verdades sobre a cesárea povoam a internet e despertam uma série de dúvidas. Para quem está grávida ou planejando engravidar, é importante conhecê-los para tomar atitudes conscientes sobre o parto, visando o melhor para si e seu bebê.

Neste artigo, esclarecemos os principais pontos a respeito. Mostramos, também, como deve ser a escolha responsável da via de nascimento. Vale a pena conferir!

Mitos e verdades sobre a cesárea

A parturiação mudou significativamente ao longo da história. Nessa trajetória, os partos cirúrgicos, associados à minimização do protagonismo e autonomia feminina, disseminaram-se — assim como os mitos e verdades sobre a cesárea mostrados a seguir.

1. A cesárea não é uma alternativa ao parto natural

Verdade! A cesárea não é uma alternativa ao parto natural, mas sim uma necessidade médica quando há riscos à vida da gestante e/ou do bebê. Ou seja, sua escolha se baseia na indicação obstétrica e visa prevenir a morbimortalidade materna e perinatal. Isso explica porque a chamada cesárea “a pedido”, realizada por conveniência, vem sendo cada vez mais desencorajada.

2. A taxa de cesariana é alta porque o procedimento é melhor

Mito! No Brasil, estima-se que 55% dos partos são cesáreas, sendo que no sistema de saúde particular a porcentagem sobe para 86%. No entanto, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de cesariana deveria ficar entre 10% e 15% do total de partos, limitando-se a casos específicos.

Quando realizada sem justificativa médica, a cirurgia priva o bebê das vantagens do parto natural, tais como fortalecimento do sistema imunológico e melhor adaptação cardiorrespiratória. Já para a mulher, quando não humanizado, o procedimento:

  • dificulta o início da amamentação;
  • prejudica a formação do vínculo com o filho;
  • aumenta a incidência de depressão pós-parto.

3. Parto natural após cesariana prévia é seguro

Verdade! Muitas vezes, é possível ter um parto natural após ter realizado uma ou mais cesarianas. Existe, inclusive, um termo médico para abordar esse cenário: trata-se do VBAC (sigla para vaginal birth after cesarean delivery).

4. Cesárea humanizada não existe

Mito! A cesárea humanizada é cada vez mais praticada em centros de referência. Isso porque, a humanização do nascimento é considerada essencial para promover alguns dos benefícios do parto natural à mulher e ao bebê.

Nesses casos, a cirurgia é feita de modo minimamente invasivo e o campo cirúrgico é abaixado logo após à saída do bebê. O ambiente hospitalar também é todo adaptado, tornando-se mais acolhedor e agradável.

Quando o bebê apresenta boas condições de saúde, ele é mantido sentado por alguns minutos dentro do útero, favorecendo a adaptação à respiração extrauterina. Só então o cordão umbilical é cortado — o que pode ser feito pelo acompanhante, que permanece na sala ao longo de todo o processo.

Além disso, se mãe e filho estiverem bem, permite-se o contato pele a pele e o início imediato da amamentação. Isso beneficia não apenas a saúde do bebê, mas também a recuperação materna, uma vez que aumenta a contração uterina e diminui os sangramentos.

O papel do obstetra na orientação à gestante

Cabe ao obstetra, entre outras atribuições, apresentar de maneira clara e objetiva os mitos e verdades sobre a cesárea e o parto natural. É ele que desconstrói preconceitos, esclarece dúvidas, alivia preocupações e acolhe a gestante.

Nessa hora, contar com um especialista em assistência humanizada ao parto faz toda diferença. Afinal, seja qual for a via de nascimento indicada, pode-se ter certeza de que os cuidados tomados serão os mais benéficos possíveis.

Escolha da via de parto mais adequada

A opção pelo parto natural ou pela cesárea é uma decisão da mulher. Porém, a escolha deve ser feita de forma informadaconsciente e responsável, levando em conta que, na ausência de indicações obstétricas, a via vaginal é mais vantajosa.

Em suma, uma vez esclarecidos os mitos e verdades sobre a cesárea, caso tenha indicação para o procedimento, fique tranquila. Procure uma equipe especializada em assistência humanizada ao parto e tenha certeza de que serão tomadas as melhores medidas para você e seu bebê. Se estiver em Florianópolis (SC), conte com os profissionais do Espaço Binah para acompanhá-la!

Dica: para obter informações detalhadas sobre as vantagens e as desvantagens de cada tipo de parto, confira outros conteúdos publicados no blog. Certamente, eles a ajudarão a tomar a melhor decisão para o nascimento do seu bebê.

Por fim, esperamos ter esclarecido os principais pontos sobre o assunto. Mas, se ainda restarem dúvidas, sinta-se à vontade para entrar em contato. Estamos à disposição!

Ginecologista, obstetra e diretor técnico do Espaço Binah - CRM/SC 13.883 | RQE: 9909

VEJA TAMBÉM

Existem alimentos que ajudam na saúde íntima?

Sim! Existem alimentos que ajudam na saúde íntima feminina, atuando na prevenção de infecções, alívio de cólicas menstruais, entre outros…
29 de dezembro, 2023

A importância do aleitamento materno para o bebê

O aleitamento materno oferece toda nutrição que o bebê necessita para crescer pleno e saudável. Por isso, recomenda-se que a amamentação de nascidos a…
29 de dezembro, 2023

Quanto tempo dura o puerpério e quais as mudanças esperadas?

Algumas pessoas ficam em dúvida sobre quanto tempo dura o puerpério. Trata-se do período que corresponde aos primeiros 40 dias após…
29 de dezembro, 2023